Tipo: Poesias

Autora:
ANA CLAUDIA (Aninha)
Código texto: 17 - Nunca vai existir

Sujar o pé de areia pra depois lavar na água
Esperar o vaga-lume piscar outra vez
Ouvir a onda mais distante por trás da mais próxima
Não esperar nada acontecer
Mas com tantas coisas pra falar
Vai ser difícil de entender
O amor esta próximo, o que me faz sorrir
Tentando criar
O que nunca vai existir
Mas aquele amor é o único que não me deixa desistir .

Publicado no site: www.soplaar.com em 12/10/2015
Código do Texto: 17